Saúde: Fibromialgia - Parte I

Oi meninas! A partir de hoje o blog vai ter toda semana um post sobre saúde, principalmente saúde da mulher. E o primeiro post é sobre Fibromialgia, nomes estranho ner rsrs, que atinge na grande maioria mulher e que infelizmente sou portadora. Pois é, fazer o que ner?!

Para o post não ficar muito grande e vocês perderem o interesse de ler, vai ser em duas partes, I e II.

Parte I: O que é Fibromialgia? Causas. Fatores de Risco. Sintomas.

O que é Fibromialgia?
Fibromialgia é uma síndrome comum em que a pessoa sente dores por todo o corpo por longos períodos, com sensibilidade nas articulações, nos músculos, nos músculos, tendões e outros tecidos moles.
A Fibromialgia está diretamente ligada também à fadiga, distúrbios do sono, dores de cabeça, depressão e ansiedade.
Pesquisadores acreditam que a síndrome é causada por um descontrole na forma como o cérebro processa os sinais de dor.
 
Causas
As causas da Fibromialgia ainda são desconhecidas, mais existem vários fatores que estão frequentemente.
  • Genética: é muito recorrente em pessoas da mesma família, o que pode ser o indicador de que existem algumas mutações genéticas capazes de causar a síndrome.
  • Infecções por vírus e doenças autoimunes também podem estar envolvidas nas causas da Fibromialgia.
  • Distúrbios do sono, sedentarismo, ansiedade e depressão também podem estar ligados de alguma forma à síndrome.
 
Fatores de Risco
Os médicos alertam alguns fatores de risco que facilitam o surgimento da Fibromialgia.
  • Problemas para dormir aumentam a chance.
  • Sexo: é mais comum em mulheres do que em homens, em especial naquelas de 20 a 50 anos (tenho desde os 15 anos).
  • Histórico familiar: é recorrente entre membros de uma mesma família, indicando que talvez exista algum fator genético envolvido em sua causa.

Sintomas


 
  • Dor generalizada: a dor associada a Fibromialgia é constantemente descrita como uma dor presente em diversas partes do corpo.
  • Fadiga: pessoas portadoras dessa síndrome frequentemente acordam já se sentindo cansadas, mesmo que tenham dormido muitas horas.
  • Dificuldades cognitivas: para os portadores de Fibromialgia é mais difícil se concentrar, prestar atenção e focar em atividades que demandem esforço mental.
  • Dor de cabeça, dor pélvica e dor abdominal sem causa identificada.
  • Problemas de memória e concentração.
  • Dormência e formigamento nas mãos e nos pés.
  • Palpitações.
  • Redução da capacidade de se exercitar.
Parte II: Buscando ajuda médica. Diagnóstico. Tratamento. Convívio com a doença. Prevenção.
 
Se vocês gostaram, acharam interessante ou legal me digam aqui nas reações tá bom? E claro deixem seus comentários dizendo o que acharam ou alguma pergunta.
 
Até a próxima! Beijinhos...
 

Você pode gostar também

0 comentários