Bem-vindo ao meu website !

Saúde: Fibromialgia - Parte II

By setembro 01, 2015

Oi meninas! Post passada sobre saúde foi Fibromialgia - Parte I, expliquei o que é a Fibromialgia, quais suas causas, seus fatores de risco e sintomas. Se você não viu clique AQUI para ver o post.

Hoje a parte II vai ser: Buscando ajuda médica. Diagnóstico. Tratamento e Cuidados. Convivendo com a Fibromialgia. Prevenção.

Buscando ajuda médica
Os sintomas da Fibromialgia são muito parecidos com os de outras síndromes. Geralmente o diagnóstico é fio por um Reumatologista.
Por isso é muito importante, que na consulta você:
  • Descreve todos os seus sintomas e a intensidade das dores que sente.
  • Fale sobre problemas médicos que teve no passado, bem como o de seus parentes.
  • Relate sobre os medicamentos e suplementos que toma.
  • Diga ao médico se tem problemas para dormir.
Ele deverá perguntar também sobre eventuais problemas de depressão e ansiedade.
Diagnóstico
O diagnóstico da Fibromialgia é feito clinicamente (por meio da história dos sintomas e exames físicos). Não existem testes laboratoriais que possam realizar o diagnóstico, mais o médico pode solicitar exames de sangue para que outras doenças, com sintomas e características parecidos, sejam descartadas entre os possíveis diagnósticos.
Tratamento e Cuidados
O tratamento é mais eficaz quando são unidos medicamentos e cuidados não medicamentosos. O foco é evitar a incapacidade física, minimizar os sintomas e melhorar a saúde de modo geral.
O tratamento pode envolver:
  • Fisioterapia
  • Programa de exercícios e preparo físico
  • Métodos para alívio de estresse, incluindo massagem leve e técnicas de relaxamento
  • Terapia cognitivo-comportamental
Exercício moderado não piora a dor.
Existem várias classes de medicamentos que são utilizados em conjunto com o tratamento não medicamentosos. As drogas mais utilizadas são os analgésicos de ação central, incluindo algumas drogas antidepressivas e antiepiléticas que tem esta ação analgésica. Medicamentos para melhorar a qualidade do sono e miorrelaxantes também são, frequentemente, utilizados isoladamente ou em conjunto com medicamentos analgésicos.
A terapia cognitivo-comportamental é uma parte importante do tratamento. Com ela, você aprenderá a:
  • Lidar com pensamentos negativos
  • Manter um diário de seus sintomas e dores
  • Reconhecer o que agrava os seus sintomas
  • Buscar praticar atividades agradáveis
  • Estabelecer limites
Os grupos de apoio também podem ser úteis.
Existem também outras recomendações:
  • Musicoterapia
  • Seguir uma dieta bem balanceada
  • Evitar cafeína
  • Manter uma boa rotina de descanso para melhorar o sono
  • Acupressão e acupuntura

Os casos graves de Fibromialgia podem ser encaminhados para uma clínica especializada em dor.

Convivendo com a Fibromialgia



A Fibromialgia é uma síndrome de longa duração com flutuações frequentes na intensidade da dor. Seguindo o tratamento corretamente e tomando os devidos cuidados dentro de casa, os sintomas dentem a melhorar.
Mais importante inda: com os devidos cuidados, a pessoa com Fibromialgia não perde sua capacidade funcional.
Em casa, você pode tomar algumas medidas para ajudar no tratamento e a conviver melhor com a doença. Por exemplo:
  • Reduza o estresse diário
  • Durma o suficiente para estar descansado no dia seguinte
  • Exercite-se regularmente
  • Mantenha o mesmo ritmo de vida
  • Preserve um estilo de vida saudável
Prevenção
Não existe formas de prevenir a Fibromialgia.
Bom meninas! É isso!
Se vocês gostaram, acharam interessante ou legal, marque aqui nas reações tá bom?! E claro deixa a tua opinião nos comentários.
Até o próximo post.
Beijinhos...





Você Também Irá Gostar

0 comentários